Qual é o papel da Religião na Recuperação dos Dependentes Químicos?

religião na recuperação dos dependentes químicos
5 minutos para ler
Compartilhe este conteúdo

A recuperação da dependência química, por se tratar de uma doença de ordem fisiológica, neurológica e psicológica, é um processo complexo que exige acompanhamento de diversos profissionais. Neste caso, a religião na recuperação dos dependentes químicos também é importante.

Ainda, alguns especialistas, como psiquiatras, psicólogos, terapeutas ocupacionais, fisioterapeutas e, em muitos casos, até especialistas em homeopatia e acupuntura auxiliam no reestabelecimento do dependente.

Contudo, a espiritualidade e a religião também ocupam um espaço fundamental nessa cadeia de incentivo à reabilitação dos dependentes químicos. Assim, pesquisas de renomadas instituições como Harvard e Royal College of Psychiatrists já constataram que a fé é um fator preponderante, quiçá fundamental, para a recuperação dos pacientes.

Mas, você sabe por que as crenças e as práticas religiosas são tão importantes assim no combate à dependência? No post de hoje você vai compreender melhor essa relação e seus benefícios no tratamento da dependência química. Confira!

Espiritualidade x religião: entenda a diferença

religião na dependência química

Antes de falarmos da religião na recuperação dos dependentes químicos no tratamento da dependência química, é importante distinguirmos esses termos.

Espiritualidade

Neste sentido, teoricamente, a espiritualidade está situada na esfera individual de cada um. Ou seja, é a força motriz que propicia mudanças de ordem interior no indivíduo.

Essas mudanças, por sua vez, são capazes de gerar um novo sentido à vida e abrir novos caminhos de autoconhecimento e reconhecimento dos mistérios que cercam a existência, bem como a relação com o Divino.

Religião

A religião, no entanto, é entendida como uma expressão social, definida pela crença e prática de preceitos previamente determinados. Dessa forma, a religião cria grupos sociais, já a religiosidade é vivida individualmente, de maneira solitária e interior.

Relacionados:  Esquizofrenia e uso de drogas: descubra aqui a relação
Você está procurando uma boa clinica? Clique aqui. Se deseja conversar diretamente com um terapeuta sobre clinicas Clique aqui.

Sabendo disso, é importante ressaltar que tanto a espiritualidade quanto a religiosidade (ato de vivenciar a religião) são de grande importância para o processo de recuperação do dependente químico. Isso porque ambas, por meio da prece ou da meditação, são capazes de desenvolver no indivíduo uma consciência da existência do Divino e, consequentemente, uma confiança e esperança nesse Ser Superior.

Benefícios da religião na recuperação dos dependentes químicos

religião na dependência química

Então, quando uma pessoa envereda pelo caminho da dependência química, ela está em estado de completa disfuncionalidade: seus relacionamentos familiares, sociais, profissionais estão abalados e, até a relação consigo mesmo está seriamente comprometida.

Em todos os casos, essas pessoas estão descrentes: de si mesmas, do mundo à sua volta e da força espiritual que age na existência. Com isso, as drogas passam a ser a válvula de escape, a razão de continuar vivendo e o resquício de prazer que a vida ainda tem para oferecer.

Nesse contexto, a religiosidade e/ou a espiritualidade são capazes de fazer com que esse indivíduo se abra interiormente, sendo capaz de observar o caminho traçado até o momento, avaliando os pontos positivos e negativos, bem como o que deve ser mudado.

Além disso, a religião na recuperação dos dependentes químicos ainda traz benefícios para o tratamento do dependente. Confira alguns deles a seguir.

CLIQUE NA FOTO E RECEBA SEU E-BOOK GRATUITO!
O atributo alt desta imagem está vazio. O nome do arquivo é httpsblog.viversemdroga.com_.brwp-contentuploads202004Guia-completo-como-se-livrar-do-Mundo-das-Drogas.pdf.jpg

1. Redução da ansiedade

A espiritualidade e a religiosidade funcional são capazes de reduzir o quadro de ansiedade, desenvolvido com mais intensidade nos dependentes químicos. Portanto, o controle desses sentimentos é fundamental para conquistar a remissão da doença e afastar a possibilidade de recaídas.

2. Segurança para superar obstáculos

Além disso, o combate à dependência química é cercado por episódios de enfrentamentos que geram dor e sofrimento: a distância da família, a abstinência, a ansiedade e o medo.

Relacionados:  Qual o limite entre a diversão e o vício em jogos de azar?

Então, a religião age justamente nesse momento, desenvolvendo no indivíduo a sensação de segurança e controle ao se ver pertencente a uma força onipotente.

3. Orientação moral

Outra questão é que tanto a religiosidade quanto a espiritualidade oferecem uma orientação moral que ajuda a diminuir os atos autodestrutivos vivenciados durante o uso das drogas.

4. Estabilidade emocional

Em seguida, desenvolver o conhecimento espiritual faz com que o indivíduo trabalhe o autoconhecimento e encontre a estabilidade emocional necessária para viver o processo de desintoxicação e a reinserção social com mais afinco.

Assim, a religiosidade ainda é capaz de trazer um significado novo para a vida e suas experiências, fazendo com que o dependente queira ainda mais superar o vício.

E você, está vivendo o drama da dependência química em sua família? A internação pode ser a única solução para recuperação de dependentes químicos. Conheça os sites que agenciam internações para o tratamento de usuários, com programas construtivos de reabilitação e ressocialização do dependente.

Somos especializados no encaminhamento e tratamento de usuários de drogas. Entre em contato com a Instituição Viver sem Drogas para conversarmos mais! Contatos:

CONTATOS:

(11) 97522-6386 VIVO WHATSAPP

Site Oficial: www.clinicaviversemdrogas.com.br


Compartilhe este conteúdo
Somos especializados no encaminhamento e tratamento de usuários de álcool e drogas.

Duvidas:

(11) 97522-6386 VIVO WHATSAPP Clique aqui.

Site Oficial: https://www.clinicaviversemdrogas.com.br/

Você também pode gostar