O convívio com uma pessoa manipuladora é muito mais comum do que podemos perceber, já que quem tem esse comportamento normalmente  apresenta facilidade para enganar pessoas de boa fé sem ser percebido.

Algumas pessoas nasceram com distúrbios de personalidade que não os permite ter empatia por outros seres. Outros desenvolvem esses distúrbios através de experiências traumáticas que quase sempre aparecem ligadas ao abuso de substâncias.

Um dos principais motivos da manipulação está nos casos da dependência química. Por esse motivo, reunimos nesse post informações relevantes para identificar a manipulação nessas situações e lidar da melhor forma. Confira!

Características de uma personalidade manipuladora

Algumas pessoas manipuladoras nascem com uma doença chamada psicopatia, ou com uma propensão genética ao desenvolvimento de aspectos violentos na personalidade do indivíduo.

Em ambos os casos, existem estímulos de episódios traumáticos que desencadeiam a conduta psicologicamente agressiva, como um ambiente doméstico disfuncional, abuso físico, psicológico ou sexual na infância e, ainda, o uso de determinados tipos de droga.

Pessoas manipuladoras são capazes de realizar ações impensáveis apenas para atingir seus objetivos egoístas e garantir para si uma boa vida. Ainda que esse comportamento venha a prejudicar outras pessoas, indivíduos manipuladores não sentem remorso. É preciso estar atento a alguns tipos de atitudes que revelam um comportamento manipulador.

Maneiras mais comuns de manipulação

Uma pessoa manipuladora segue um padrão de comportamento quase que instintivo. Entre as principais habilidades de manipulação estão:

  • Convencem você a desistir de algo que você quer, a fim de servir aos interesses dele(a);
  • Uma vez que o manipulador consegue tirar vantagem, ele vai repetir a violação;
  • Sabem como detectar pontos fracos;
  • Usam suas fraquezas contra você.

É preciso estar bem preparado emocionalmente para lidar com pessoas assim, embora a maioria não tenha suporte para lidar com isso. Em alguns casos, é necessário buscar ajuda psicológica para aprender a se defender desses predadores emocionais. O caso complica ainda mais quando se trata de pessoas que amamos.

Manipulações mais comuns na dependência química

Fazer você acreditar que eles podem resolver o problema sozinho

Os viciados em drogas não percebem a gravidade de seus problemas e, por isso, fazem com que seus amigos e familiares acreditem que eles podem resolver seus problemas sozinhos. Assim, quando são flagrados no uso da sustância, prometem que aquela será a última vez — uma despedida para entrar em um nova vida.

No entanto, isso tudo é uma ilusão. A dependência química é um transtorno complexo, que gera uma necessidade real em nosso corpo de consumir a droga. Então, por mais que os usuários falem que estão no controle, não acredite! Não existe controle quando o assunto é droga.

Convencer que não usam a substância

Essa é outra estratégia de manipulação muito comum. Quando os pais ou parceiros começam a notar mudanças no comportamento, eles inventam desculpas. Podem dizer que estão com problemas na escola, na faculdade ou no trabalho.

Caso você encontre alguma prova física do uso, eles podem mentir convincentemente e transferir a culpa para outra pessoa, como um colega.

Culpá-lo pelo uso de drogas

Para atingir os familiares preocupados com o uso de drogas, os viciados podem ser bastante cruéis e fazê-los se sentir culpados pela dependência. É muito comum que os filhos acusem os pais de abandono para que eles se sintam mal e sejam menos rígidos com as drogas. Portanto, nestes casos, em vez de ser convivente, ofereça ajuda para que eles se livre do vício.

Como se defender de uma pessoa manipuladora

Além da ajuda psicológica, existem algumas técnicas que podem ser usados para identificar e conviver com uma personalidade manipuladora. O primeiro passo é suspeitar sobre o processo de manipulação e buscar meios de impedi-lo, o segundo é preparar sua mente para não ceder às investidas de um manipulador.

Faça valer seus direitos

Esteja ciente dos seus direito como pessoa humana, como a dignidade e o respeito. Certifique-se de estar tratando a si mesmo de acordo com os direitos humanos que possui, pois muitas vezes nos sacrificamos para não ter de enxergar os desvios de caráter nas pessoas que amamos.

Evite a autoculpa

Sentir culpa fará com que você enfraqueça e abra a guarda para novas manipulações, pois as pessoas manipuladoras podem sentir esse tipo de sentimento e usar a favor próprio. Preserve-se e tenha em mente que evitar o problema não faz com ele desapareça.

Saiba como dizer “não”

Poucas pessoas aprendem a dizer “não” e os momentos certos para fazê-lo. Somos criados para sermos educados, bonzinhos e condescendentes, como se isso fosse sinônimo de boa educação quando, na verdade, a realidade exige que nos portemos com um pouco mais de cautela.

Como lidar com dependentes químicos manipuladores

Use o tempo a seu favor

O tempo é um aliado muito importante para perceber a manipulação do usuário. Afinal, eles mudam muito o seu comportamento durante os dias. Por exemplo, nos períodos nos quais conseguem dinheiro suficiente para sustentar o vício, eles podem se apresentar eufóricos e alegres. No entanto, quando estão com dificuldades, são agressivos ou bem fechados.

Observe atentamente o comportamento e converse sempre amigavelmente com ele. Desse modo, você poderá perceber os padrões e identificar mentiras.

Liste as consequências

Outra forma de lidar com a manipulação é deixar bem claros os seus limites para o usuário. Para isso, faça uma lista com as consequências possíveis para os comportamentos inadequados e para as mentiras. A maior parte dos manipuladores confiam que podem escapar impunes de seus atos.

Mostre como essas pessoas podem ser ajudadas

Muitos usuários manipulam e mentem porque se sentem no fundo do poço, sem nenhuma esperança de voltar à uma vida normal. Assim, querem se afundar cada vez mais sem se importar com as consequências. Afinal, viver não vale mais a pena.

O papel dos familiares, dos amigos e dos parceiros é mostrar suporte e dizer que estarão ali para ajudar quando eles quiserem. Assim, mostre que você está pesquisando o assunto e fale a respeito de medicamentosclínicas de reabilitação, psicoterapia etc. Tudo isso com um tom empático e sem agressividade.

Essa é a melhor forma de ganhar a confiança da pessoa, que o verá como um aliado no caminho fora das drogas. Consequentemente, em vez de manipulá-lo para parar de falar do assunto, eles podem, até mesmo, procurá-lo.

Por isso, mostre sempre ser um ponto de apoio, mas sem conivência com o uso das drogas. Diga não sempre quando seu limite estiver sendo atingido. A autoconfiança e a resiliência são essenciais para controlar uma pessoa manipuladora.

Gostou das nossas dicas para lidar com usuários de drogas manipuladores? Então, não deixe de compartilhá-las nas suas redes sociais!

Siga seus impulsos e diga não cada vez que sentir vontade, você vai ver que sua vida vai melhorar e as pessoas manipuladoras vão passar a evitar sua autoconfiança.

Somos especializados no encaminhamento e tratamento de usuários de drogas. Entre em contato com a Instituição Viver sem Drogas para conversarmos mais! Contatos:

(11)2088-1909
(11)97522-6386 VIVO WHATSAPP
(11)95997-7546 TIM
(11)99199-2029 CLARO
(11)96230-9281 OI
(11)94262-3311 NEXTEL

Site Oficial:  www.viversemdroga.com.br