O uso de drogas, lícitas e ilícitas, é um dos problemas que mais afligem as famílias nos tempos atuais. Mas, apesar disso, esse não é um assunto que costuma ser debatido em profundidade. Muitas pessoas não têm informações sobre o que é dependência química e quais são as suas consequências, tanto para a saúde do usuário como para o seu convívio social.

No entanto, é necessário encarar a situação. Fingir que ela não existe não vai eliminar a dependência e os males que ela acarreta. O primeiro passo é se informar e buscar o tratamento ideal para o paciente.

Por isso, se você precisa conhecer mais a fundo o que é dependência química, suas causas e como tratá-la, continue a leitura!

O que caracteriza a dependência química?

A dependência química não é falta de caráter ou desvio de comportamento. É uma doença que se caracteriza por alterações cognitivas e comportamentais e sintomas fisiológicos, que se manifestam após o uso repetido do álcool e de outras drogas.

Por alterar o comportamento do indivíduo, a doença traz uma série de complicações para ele e para as pessoas do seu convívio.

Quais são as causas da dependência química?

As causas da dependência química são complexas e envolvem diversos fatores: genéticos, psicossociais e ambientais. Muitas vezes a pessoa começa a usar drogas por curiosidade ou por pressão do grupo social.

Dificuldades em lidar com os problemas, perdas, tristezas e até mesmo o sucesso também podem levar a pessoa ao alcoolismo, ao consumo de maconha e daí para as drogas mais pesadas.

Enquanto algumas pessoas são capazes de fazer uso esporádico de álcool, sem desenvolver a dependência, para outras, bastam os primeiros goles para que percam totalmente o controle. Isso pode ser explicado pela predisposição genética que algumas pessoas têm de desenvolver a dependência química.

A dependência química tem cura?

A falta de conhecimento sobre o que é dependência química dificulta essa informação. Ela é incurável, ou seja, não existe um tratamento capaz de eliminar a doença do organismo.

Mas ela é passível de controle, desde que seja feito um acompanhamento constante do paciente. Quanto mais cedo é feito o reconhecimento do problema no indivíduo, mais eficiente é a forma de tratá-lo.

Quais são os riscos da dependência química?

A dependência química é progressiva, os sintomas tendem a piorar no decorrer do tempo. A pessoa passa a necessitar de doses cada vezes maiores ou de substâncias cada vez mais nocivas.

É uma doença fatal, pois os danos causados ao organismo são inúmeros e podem resultar em doenças pulmonares (enfisemas), do coração, dos rins e do cérebro. O dependente costuma adotar comportamentos de riscos que o levam a contrair doenças venéreas e AIDS.

Quais são as drogas comuns no Brasil que causam dependência?

O uso de entorpecentes é uma triste realidade em todo o mundo. O combate às drogas e as políticas de reabilitação de usuários caminham gradativamente.

No entanto, o Brasil infelizmente não se destaca muito ainda nesse cenário. O fácil acesso a essas substâncias e a dificuldade de entender o que é a dependência química — e seus males — atrapalham muito o desenvolvimento dessas políticas. Para melhorar sua informação, destacamos abaixo as principais drogas mais consumidas no Brasil.

Maconha

A maconha é bastante conhecida mundialmente e seus principais efeitos são psicoativos e psicodélicos. Por ser considerada uma droga mais leve, seu consumo costuma ser mais frequente. Isso facilita a dependência por parte do usuário. Não existe forma segura para consumir a planta e os riscos são eminentes.

Álcool

O álcool é uma droga legalizada no Brasil. Suas mazelas vão muito além de problemas de saúde, pois afetam também as pessoas mais próximas, como família e amigos.

Com a falta de informação sobre o que é a dependência química, muitos usuários não reconhecem o problema. A situação de um dependente é lastimável e capaz de destruir vidas inteiras. Mas não pense que a luta está vencida. Há tratamentos bem eficientes e com resultados positivos.

Cigarro

Outra droga lícita e com efeitos devastadores para a saúde. O vício pelo fumo muitas vezes começa cedo. Acessórios e produtos com sabores também incentivam o uso do tabaco.

Contudo, as consequências para o corpo humano são irreversíveis. A partir do primeiro trago já há riscos. Tornar-se dependente é rápido e, na maioria das vezes, só é possível parar com o auxílio de tratamentos específicos.

Cocaína

O uso dessa substância é amplo no país. Os efeitos causam paranoia e atingem principalmente o sistema nervoso do usuário. Seus sintomas são visíveis, com espasmos e olhos arregalados. A facilidade de se tornar um dependente é alta. A utilização constante pode ocasionar problemas sérios à saúde e pode ser fatal.

Crack

O crack é uma realidade triste nos grandes centros urbanos. Sua principal matéria-prima é a cocaína, mas é potencializada com outras substâncias que a tornam mais barata.

Os riscos são extremos e podem levar o usuário a óbito em pouco tempo. Dependendo do grau de dependência, o tratamento pode requerer meios de internação. É essencial buscar auxílio com o máximo de antecedência.

LSD

Conhecida popularmente como “ácido”, essa droga sintética é consumida de diferentes formas. Seus efeitos são alucinógenos e o dependente chega a perder a noção da realidade. O risco de dependência química é altíssimo e o consumo constante pode ocasionar distúrbios graves na saúde do indivíduo.

É possível tratar a dependência química?

A dependência química é uma doença complexa e, como toda doença, exige um tratamento especializado. Esse tratamento pode incluir internações em clínicas especializadas, diferentes tipos de terapias e até uso de medicamentos.

O tratamento adequado é capaz de estacionar a doença, fazendo com que o paciente possa conviver em sociedade e ter uma vida produtiva.

Essas informações são essenciais para entender melhor o que é dependência química e quais são os seus riscos para a saúde. No entanto, não pense que a luta contra qualquer vício está perdida. Há tratamento para todos os tipos de problemas e os resultados são benéficos tanto para o corpo como para o alívio das pessoas que mais amamos.

Se você precisa de ajuda ou conhece alguém em situação de dependência, busque mais informações no artigo Como funcionam os centros de recuperação para dependentes químicos?”. Não espere mais! Sua vida vale muito e a solução existe!

Somos especializados no encaminhamento e tratamento de usuários de álcool e drogas. Entre em contato para conversarmos mais!

(11)2088-1909
(11)97522-6386 VIVO WHATSAPP
(11)95997-7546 TIM
(11)99199-2029 CLARO
(11)96230-9281 OI
(11)94262-3311 NEXTEL

Site Oficial:  www.viversemdroga.com.br