Clínica de alcoolismo para idosos: saiba como funciona

O consumo de bebidas alcoólicas em pessoas acima dos 60 anos tem aumentado, as causas comuns são a solidão, a ociosidade e a perda do cônjuge ou filhos, ainda, muitos idosos se sentem esquecidos pela família e pelos mais jovens. Por isso, encontram na bebida uma companhia e, conforme o consumo, chegam a precisar de uma clínica para idosos.

A sensação de abandono, dificuldades sentimentais, econômicas ou mesmo doenças como diabetes, hipertensão, câncer deixam o emocional abalado e a bebida se torna um paliativo para minimizar seu sofrimento.

Você pode notar mudanças no comportamento da pessoa quando o consumo passou da normalidade. Ela fica mais irritada, tem falta de apetite e até mesmo uma desnutrição. São alguns indícios de que um tratamento para alcoólatra precisa ser ministrado.

Por isso, saiba quais atitudes tomar em uma situação dessa. Confira mais no post!

Qual o índice de alcoolismo entre os idosos?

O índice de crescimento de idosos no Brasil está em curva ascendente, entre 2012 a 2017 ganhou 4,8 milhões de anciães, segundo levantamento feito pelo IBGE. É um avanço de 18% dessa faixa etária que pode trazer outro aumento, o de consumo de bebidas alcoólicas, pois a última pesquisa feita pela Unidade de Pesquisa em Álcool e Drogras (Uniad), entre 2006 e 2012, demostra o progresso de consumo regular de 14,2% no período.

Como funciona a clínica de alcoolismo para idosos?

A clínica de recuperação é um local especializado para a recuperação das pessoas com dependência química e de álcool que se encontram deprimidas com risco de suicídio, esquizofrenia e estado de psicoses, transtornos alimentares graves e uma dependência compulsiva descontrolada.

Há profissionais capacitados como médicos, enfermeiros, psiquiatras, terapeutas, psicólogos para ajudar o paciente na superação e tratamento de sua doença. A equipe possibilita que o dependente tenha uma nova visão da vida trabalhando seus pensamentos, fortalecendo o seu estado emocional e direcionando o comportamento de forma adequada. Além dele, a família também recebe o suporte necessário para lidar com a situação e conseguir se restabelecer.

As atividades terapêuticas promovem encontros de espiritualidade, sessões de terapia coletiva e individual, de laborterapia e programas de prevenção de recaídas. Dessa maneira, ele consegue quebrar barreiras para alcançar resultados satisfatórios em sua vida.

O tratamento pode ser feito de forma voluntária em que o paciente aceita e se apresenta na clínica, ou involuntária, em que a família pede uma intervenção judicial e internação compulsória para isolar o dependente.

Como escolher a clínica ideal?

Quando a dependência do álcool chega à situação de ter que internar a pessoa, surgem as dúvidas de como escolher a clínica mais apropriada. Por esse motivo, trouxemos algumas dicas para facilitar a sua decisão.

Avalie a equipe

As clínicas de recuperação têm uma equipe multidisciplinar que realizam o tratamento e o acompanhamento. Pesquise quem são os profissionais e verifique se realmente estão aptos para exercer a profissão em suas entidades de classe. Converse com eles para entender como são os procedimentos realizados e sentir segurança no que será feito. Mantenha um relacionamento estreito com todos.

Analise as instalações

Visite as clínicas que está pesquisando para avaliar o lugar. Analise se há todos os cuidados médicos que um paciente precisa, como a higiene, preste atenção no comportamento dos funcionários com os outros pacientes.

Questione os responsáveis pela clínica sobre, em caso de alguma eventualidade, ferramentas de emergência, como carrinho de parada cardíaca, farmácia com todos os tipos de medicamentos necessários, protocolos clínicos, médicos e enfermeiros 24 horas para uma intervenção de emergência durante o tratamento.

Troque informações com outros pacientes para saber como eles avaliam o lugar, atendimento e tratamento. Busque o máximo de informações.

Consulte o credenciamento

Peça para ver o alvará de funcionamento e o registro no Ministério da Saúde. Assim como se o estabelecimento está cadastrado nos Conselhos Estaduais de Entorpecentes (CONEN) e Conselhos Municipais Antidrogas (COMAD), que são encarregados de informar à Vigilância Sanitária sobre o funcionamento das clínicas.

Verifique o tratamento oferecido

Converse com os profissionais da clínica de recuperação para conhecer os tratamentos oferecidos aos pacientes. Veja se há terapias em grupo, uso de medicamentos para ajudar na abstinência, internação, encontros entre psicólogos, pacientes e familiares. Como é a rotina dos dependentes dentro das clínicas.

A recuperação não é rápida, por isso a pessoa precisa se sentir segura e confortável dentro do local para sair de lá fortalecida e preparada para enfrentar a vida.

Confirme se oferece desintoxicação

Para começar o tratamento, é preciso desintoxicar o organismo. Assim, questione se a clínica tem esse serviço, pois, se não fornecer, você terá que procurar outro estabelecimento que ofereça. O indicado é que a desintoxicação e a reabilitação sejam feitas no mesmo lugar.

O paciente, ao ser internado, fará exames físicos e fornecerá seu histórico de saúde para o médico avaliar como será o seu tratamento.

Pesquise o histórico da clínica de recuperação

Entre em contato com o Procon, conselhos de classe, justiça e outros órgãos para saber se há alguma queixa da clínica e qual o tipo, a internet também pode ajudar muito nessa averiguação. Assim, dependendo do processo a que está respondendo, ela não é um lugar sério e confiável.

Pergunte sobre a pós-internação

Avalie se o tratamento do paciente continua após sua saída da clínica, pois é relevante a continuidade para que não haja recaída ou mesmo que apareçam doenças psiquiátricas que não eram vistas devido à bebida.

O dependente tem necessidade da pós-internação, então procure saber se há planos para consultas periódicas, com especialistas e psicólogos. Grupos de autoajuda para manter elevada a autoestima do paciente e longe das bebidas.

Quando vamos tratar de nossa saúde ou de um parente, sempre procuramos algo melhor que dê todo respaldo necessário. Diante de um quadro de dependência química ou alcoolismo, é preciso primar por uma clínica para idosos que realmente esteja apta para realizar o tratamento. Lidar com o vício não é uma tarefa fácil, mas é possível se curar dessa doença desde que com profissionais capacitados.

Você precisa de uma clínica de recuperação para idosos ou conhece alguém com essa necessidade? Então compartilhe este post em suas redes sociais para que possa ajudar mais pessoas.

Somos especializados no encaminhamento e tratamento de usuários de álcool e drogas. Entre em contato para conversarmos mais!

(11)2088-1909
(11)97522-6386 VIVO WHATSAPP
(11)95997-7546 TIM
(11)99199-2029 CLARO
(11)96230-9281 OI
(11)94262-3311 NEXTEL

Site Oficial:  www.viversemdroga.com.br

Quer receber mais conteúdos como esse gratuitamente?

Cadastre-se para receber os nossos conteúdos por e-mail.

Email registrado com sucesso
Opa! E-mail inválido, verifique se o e-mail está correto.