Diante dos problemas que temos em casa, nem sempre é possível saber o que fazer — principalmente tomar as melhores decisões. Um momento decisivo pode te deixar ansiosa, paralisando suas ações e postergando o momento certo para a tomada de decisão.

Quem lida com o desafio de cuidar e conviver com um dependente químico precisa de forças para tomar as decisões corretas, beneficiando o próprio dependente e a família. Vamos refletir juntos?

Tomando decisões: saiba como parar de enrolar diante de momentos definitivos.

1. Reflita, pesquise e busque por ajuda profissional

Toda decisão tem uma ou mais consequências em nossas vidas. Por esse motivo, é importante que você reflita bastante sobre a decisão que deseja tomar. Aproveite esse momento de reflexão para pesquisar o impacto dessa mesma decisão nas vidas de outras pessoas, vendo como elas superaram as situações em que viviam. Caso você ainda não se sinta segura para ir em frente, busque por ajuda profissional.

2. Filtre as opiniões dos outros sobre os seus problemas

Cada um de nós tem sua própria percepção e experiência de vida. O que pode ser bom para alguém, talvez não seja para você. Filtre as opiniões dos outros sobre os seus problemas, pois por mais que queiram te ajudar, somente você sabe o que está sentindo e vivenciando.

3. Culpe-se menos pelos deslizes do passado

Você é humana. Humanos cometem deslizes, erros e enganos — isso é absolutamente normal. Quando estiver em seu processo de tomada de decisão, pare de se culpar por tudo o que aconteceu — ou o que você acha que aconteceu — no passado. O presente existe para que possamos corrigir o caminho de nossas vidas no futuro. Do passado, tire lições e guarde boas recordações.

4. Seja realista diante dos fatos

Na hora de tomar uma decisão, seja realista e encare os fatos com os dois pés no chão. Isso fará com que você diminua as chances de se frustrar depois. Continue sendo uma pessoa otimista, porém sempre considere sua experiência de vida e evite criar expectativas que sejam grandes demais. Considere diversas possibilidades para a sua decisão, levando em conta tudo o que deu certo ou errado anteriormente. Quando for tomar a decisão, deixe de lado suas emoções e intuições, dando vez e espaço para sua razão. Assim você se prende à realidade e evita decepções.

5. Dê tempo ao tempo

Jamais tome decisões por pressão. Dê-se algum tempo para refletir sobre suas decisões, como por exemplo alguns dias. Aproveite os momentos antes de dormir para pensar em suas decisões e reavalie todas as questões envolvidas com essa decisão. Com o passar dos dias, a análise da situação que você vive torna-se cada vez mais profunda e clara em sua mente.

6. Considere todos os fatores de risco

Riscos — eles existem em qualquer decisão. Caso esteja em dúvida sobre qual decisão tomar, pare e faça uma lista com todos os prós e contras que envolvem a situação. Pense calmamente em todos os pontos que podem representar falhas e nos impactos dos benefícios de cada escolha. Diante dessa lista, se permanecer em dúvida, chame alguém de sua confiança para avaliar com você. Discutam sobre como vocês enxergam a situação, os prós e os contras. Trabalhem em conjunto para chegar a uma decisão que seja bem pensada e balanceada diante do que foi levantado.

Gostou das dicas? Tome uma decisão estando consciente e com a mente tranquila. Se precisar conversar com um terapeuta… entre no site que esta no roda-pé! 

Curta nossa página do Facebook clicando aqui e tenha acesso a outras dicas e informações. 

Duvidas: 
(11)2088-1909
(11)97522-6386 VIVO WHATSAPP
(11)95997-7546 TIM
(11)99199-2029 CLARO
(11)96230-9281 OI
(11)94262-3311 NEXTEL

Site Oficial:  www.viversemdroga.com.br