O convívio com pessoas manipuladoras é muito mais comum do que podemos perceber, isso porque os manipuladores são mestres na arte de enganar pessoas de boa fé sem ser percebido.

Algumas pessoas nasceram com distúrbios de personalidade que não os permite ter empatia por outros seres. Outros desenvolvem esses distúrbios através de experiências traumáticas que quase sempre aparecem ligadas ao abuso de substâncias. 

O objetivo deste texto é ajudar você a perceber se está sendo manipulado por uma pessoa próxima — sobretudo aqueles que convivem com um dependente.

Características de uma personalidade manipuladora

Algumas pessoas manipuladoras nascem com uma doença chamada psicopatia, ou com uma propensão genética ao desenvolvimento de aspectos violentos na personalidade do indivíduo.

Em ambos os casos, existem estímulos de episódios traumáticos que desencadeiam a conduta psicologicamente agressiva, como um ambiente doméstico disfuncional, abuso físico, psicológico ou sexual na infância e, ainda, o uso de determinados tipos de droga.

Pessoas manipuladoras são capazes de ações impensáveis, apenas para atingir seus objetivos egoísta e garantir para si uma boa vida. Ainda que esse comportamento venha a prejudicar outras pessoas, indivíduos manipuladores não sentem remorso. É preciso estar atento a alguns tipos de atitudes que revelam um comportamento manipulador.

Maneiras mais comuns de manipulação

Pessoas manipuladoras seguem um padrão de comportamento quase que instintivo. Entre as principais habilidades de manipulação estão:

  • Convencem você a desistir de algo que você quer, a fim de servir aos interesses dele(a);

  • Uma vez que o manipulador consegue tirar vantagem, ele vai repetir a violação;

  • Sabem como detectar pontos fracos;

  • Usam suas fraquezas contra você;

É preciso estar bem preparado emocionalmente para lidar com pessoas assim, mas a maioria das pessoas não tem suporte para isso. Em alguns casos, é necessário buscar ajuda psicológica para aprender a se defender desses predadores emocionais. O caso complica ainda mais quando se trata de pessoas que amamos.

Como se defender de pessoas manipuladoras

Além da ajuda psicológica, existem algumas técnicas que podem ser usados para identificar e conviver com uma personalidade manipuladora. O primeiro passo é suspeitar sobre o processo de manipulação e buscar meios de impedi-lo, o segundo é preparar sua mente para não ceder às investidas de um manipulador.

Faça valer seus Direitos

Esteja ciente dos seus direito como pessoa humana, como a dignidade e o respeito. Certifique-se de estar tratando a si mesmo de acordo com os direitos humanos que possui, pois muitas vezes nos sacrificamos para não ter de enxergar os desvios de caráter nas pessoas que amamos.

Evite a auto-culpa

Sentir culpa fará com que você enfraqueça e abra a guarda para novas manipulações, pois as pessoas manipuladoras podem sentir esse tipo de sentimento e usar a favor próprio. Preserve-se e tenha em mente que evitar o problema não faz com ele desapareça.

Saiba como dizer “não”

Poucas pessoas aprendem a dizer “não” e os momentos certos para fazê-lo. Somos criados para sermos educados, bonzinhos e condescendentes, como se isso fosse sinônimo de boa educação quando, na verdade, a realidade exige que nos portemos com um pouco mais de cautela.

Siga seus impulsos e diga não cada vez que sentir vontade, você vai ver que sua vida vai melhorar e as pessoas manipuladoras vão passar a evitar sua autoconfiança. Gostou do nosso texto? Acesse outro artigo do blog.

Duvidas: 
(11)2088-1909
(11)97522-6386 VIVO WHATSAPP
(11)95997-7546 TIM
(11)99199-2029 CLARO
(11)96230-9281 OI
(11)94262-3311 NEXTEL

Site Oficial:  www.viversemdroga.com.br