O caminho de entrada no mundo das drogas é amplo e acessível. Talvez por isso tantas pessoas sofram com o vício. A saída, em contrapartida, é árdua, solitária e perigosa. Daí a necessidade de dar a devida atenção às drogas que funcionam como porta de entrada para este universo sombrio. A maconha, acompanhada do cigarro e do álcool, são drogas preocupantes e muito presentes.

Além de ilegal, o uso da maconha causa diversos malefícios à saúde do usuário, como perda da capacidade de concentração, diminuição do desenvolvimento cerebral, dos reflexos e da memória momentânea. Usuários de maconha ainda são mais propensos a desenvolver síndrome do pânico e outros transtornos comportamentais.

Para que você compreenda melhor a nocividade desta droga, continue lendo este artigo e entenda tudo sobre maconha:

Nome científico e propriedades naturais

A maconha é obtida por meio da extração das folhas e flores secas de um arbusto cientificamente nominado como Cannabis Sativa L. Essa planta possui um princípio psicoativo que, quando ingerida ou inalada, pode causar diversos efeitos, como aumento dos batimentos cardíacos, olhos avermelhados, boca seca e uma sensação intensa de euforia.

Os efeitos, contudo, podem variar conforme a quantidade consumida, as condições físicas e psicológicas do usuário e até mesmo as características da raiz e da flor de onde foi extraída a erva.

Causa principal: instabilidade emocional

Problemas na família, no trabalho, no relacionamento amoroso costumam ser as principais causas para que as pessoas entrem no mundo das drogas. A busca pelo prazer, pelo relaxamento, pelo alívio de tensões levam as pessoas a encontrarem refúgio nas drogas como a maconha, que é considerada leve e pode ser facilmente encontrada. Conhecida como natural e pouco nociva, a maconha é muito acessível e amplamente comercializada, ainda que seja ilegal.

Pessoas que estão desestabilizadas emocionalmente, no entanto, além de sofrerem ainda mais com os efeitos da droga, como a possibilidade de desenvolver síndrome do pânico e outros transtornos, têm ainda mais chance de se viciar, porque estão sempre em busca do prazer momentâneo que a droga pode oferecer.

Evolução para drogas mais pesadas

Quando os efeitos da maconha diminuem, o que fatalmente ocorre depois de um período prolongado de uso, drogas mais pesadas passam a servir como refúgio nessa busca incessante por divertimento e alívio das tensões do dia a dia. Quando a pessoa chega a esse patamar, já não se importa com os riscos, psicológicos e físicos, que as outras drogas poderão acarretar. Querem apenas voltar a sentir o que sentiam antes. Para isso, precisam recorrer a drogas mais fortes, derivadas de compostos químicos com altos efeitos alucinógenos.

Dependência psicológica e física

O uso de drogas gera um grande ciclo vicioso. Vários relatos mostram que as pessoas começam a usar drogas, sobretudo a maconha, para se sentirem aceitas em um grupo de amigos. Quando se tornam usuários, esses indivíduos dependem da droga para socializar, interagir e até mesmo se divertir. A dependência, então, deixa de ser somente física, em função das propriedades naturais da erva, e passa a ser psicológica, condicionando o bem-estar da pessoa ao uso da droga.

Essas mesmas pessoas, que começaram a usar drogas devido à influência de amigos, depois de adquirir o vício, passam a conviver ainda mais nos grupos de usuários, tornando-se ainda mais propensos a ter comportamentos inadequados, e até mesmo ilegais, reforçados pelo desejo de se sentir parte do grupo.

E aí, o post foi esclarecedor? Esperamos que você tenha conseguido entender tudo sobre maconha. Caso tenha ficado alguma dúvida, ou se tiver alguma sugestão ou exemplo para compartilhar, deixe seu comentário no post.

Duvidas:
(11)2088-1909
(11)97522-6386 VIVO WHATSAPP
(11)95997-7546 TIM
(11)99199-2029 CLARO
(11)96230-9281 OI
(11)94262-3311 NEXTEL

Site Oficial:  www.viversemdroga.com.br

Saiba mais sobre:

*Como funciona uma Clínica de Recuperação? Clicando Aqui

*Internação Involuntária. Clicando Aqui