Quando alguém que amamos passa por problemas com drogas — legalizadas ou não —, é realmente de cortar o coração. No entanto, saiba nem tudo está perdido, pois o alcoolismo é uma doença que, apesar de não possuir cura, pode ser controlada, fazendo com que a pessoa consiga viver normalmente.

Mas, você sabe quais são os sintomas do alcoolismo? É muito importante que a família e os amigos mais próximos observem e saibam detectar quando o vício em álcool já é uma realidade na vida da pessoa em questão.

Pensando nisso, no post de hoje você vai conhecer e aprender a identificar esses sintomas para ajudar quem você ama a sair dessa de vez. Acompanhe!

A dependência química e seus riscos

dependência química é uma condição que afeta um número significativo de pessoas, mas que não pode ser vista como alguma maneira de chamar atenção ou como falta de caráter. É uma doença sem cura, mas, quando sob controle, a pessoa que a possui pode viver de forma adequada, sem fazer mal à sua saúde e à saúde dos familiares.

Quando não tratada, a dependência química pode trazer riscos como agressões, doenças sexualmente transmissíveis, doenças em órgãos saudáveis, coma e morte. Sem contar com os problemas psicológicos acarretados a todos que circulam o paciente.

Sintomas do alcoolismo

Para saber realmente se alguma pessoa sofre de alcoolismo, há uma série de sintomas que podem chamar a sua atenção. Isso porque, normalmente, eles são bastante aparentes para quem não faz o uso do álcool. Fique atento e saiba quais são eles:

  • bebem sozinhos;
  • continuam bebendo mesmo quando tudo está sendo perdido;
  • perdem o trabalho ou o ano letivo na escola;
  • ficam agressivos ou hostis quando bebem;
  • não conseguem ficar um dia sem a bebida alcoólica;
  • não conseguem parar de beber depois que começam;
  • possuem a necessidade de sempre beber mais para manter o grau alcoólico;
  • começam a desenvolver mania de perseguição e alucinações;
  • há sempre uma desculpa para beber;
  • se afastam de eventos sociais, dos amigos e da família por causa do álcool;
  • escondem o consumo exagerado das bebidas alcoólicas;
  • comem mal ou não comem nada;
  • tremores aparecem quando ficam muito tempo sem ingerir bebidas alcoólicas ou espontaneamente;
  • perdem a memória.

Como identificar se alguém possui alcoolismo

Muitas vezes, fechamos os olhos para os problemas desejando que eles sejam apenas uma fase ou que subitamente desapareçam. Para identificar se uma pessoa possui essa doença, no entanto, é importante que pelo menos quatro desses sintomas do alcoolismo apareçam.

Como o álcool faz parte de nossa cultura e é usado tanto para comemorar quanto para afogar as mágoas, é fundamental manter os olhos sempre abertos.

Apesar de conhecer os sintomas desse tipo de vício, é importante também prestar atenção em algumas características que quem sofre com o alcoolismo pode apresentar. Conheça algumas delas abaixo:

A pessoa se afasta da sociedade

Uma pessoa que está dependente da bebida alcoólica acaba dando mais valor a seus momentos sozinhos. Por esse motivo, ela se exclui da convivência com amigos e familiares, a fim de evitar que as pessoas reparem no vício e comecem a falar sobre ele.

É também comum nos casos de alcoolismo que a pessoa deixe de frequentar a faculdade, largue o emprego ou seja demitida. Todas essas situações dizem claramente que o estado desse indivíduo já é preocupante.

Insiste em dizer que não é viciada

Dificilmente um alcoólatra vai admitir que é viciado em bebida. Ao menos não inicialmente, já que, para que ele tenha essa consciência, é preciso possuir vontade e senso crítico aguçado para perceber a própria situação.

Por isso, é importante observar o discurso da pessoa, se o que ela fala condiz com suas atitudes e se ela realmente tem controle da quantidade de bebida que ingere.

Sempre encontra motivos para beber

Outra característica corriqueira de um alcoólatra é a facilidade em encontrar motivos para ingerir bebida. Se for um momento feliz, a primeira sugestão é sempre comemorar com um brinde.

Caso contrário, em um momento triste, a pessoa tende a se isolar, mas permanece sempre acompanhada de uma bebida com o pretexto de que ela vai fazê-lo esquecer e relaxar para cuidar melhor do problema.

É comum que algumas pessoas queiram brindar os momentos felizes e relaxar bebendo álcool quando têm um problema. Porém, quando a bebida é usada como apoio em todas as situações, é preciso ficar alerta.

Fica tolerante demais ao álcool

Se você costuma acompanhar a pessoa em festas e eventos sociais onde há bebida, repare se a tolerância dela ao álcool ficou maior. Enquanto você bebe poucas taças de vinho e já se considera alegre, veja se a pessoa, tomando a mesma quantidade, continua bem e bebendo mais.

O organismo que consome bebida alcoólica regularmente adquire certa resistência a ela, fazendo com que seja preciso ingeri-la em uma quantidade cada vez maior para que a sensação apareça.

Se esse é o caso, fique de olho: pode ser um sinal de que o álcool está presente na vida dessa pessoa de forma frequente e em altas quantidades.

Tem sentimentos de culpa e baixa autoestima

Os problemas com o álcool vão muito além da saúde física de quem bebe demais e sem controle. A saúde psicológica também fica muito abalada, uma vez que não é possível desabafar com ninguém devido ao medo do julgamento e das críticas.

O alcoólatra se vê incapaz de manter o controle e de parar de beber quando tem vontade. Assim, ele perde sua autoestima a cada dia, trazendo consigo sentimentos de culpa e de incapacidade que ficam latentes principalmente para quem o conhece.

Por essa razão, é preciso observar se a pessoa em questão se mantém alegre ou até mesmo se a felicidade que ela estampa em seu rosto é verdadeira ou apenas uma máscara para disfarçar seu sofrimento com a bebida.

A comunicação deve ser sempre uma das chaves principais para se aproximar de alguém que supostamente ingere bebidas alcoólicas de maneira excessiva. Muitas vezes, todas as respostas que você procura estarão em uma boa e franca conversa. E não tenha medo de pedir ajuda ou intervir nesse processo: é muito mais doloroso quando perdemos alguém para as drogas do que quando lutamos contra a doença.

A qualquer sinal de sintomas do alcoolismo, você deve procurar uma ajuda especializada e fazer uma avaliação responsável e correta sobre o caso. Algumas vezes, a internação é uma boa saída para controlar a doença.

Existem também grupos de auxílio para os doentes e suas famílias. Diversas pessoas passam pelo mesmo problema e, muitas vezes, conseguem manter uma vida saudável e sóbria. Vale a pena tentar todas as alternativas.

Como você pode perceber, é muito importante saber detectar o alcoolismo antes que suas consequências se tornem irreversíveis. Para conhecer melhor as opções disponíveis para o controle desse vício, que tal conhecer aqui como funciona o tratamento em uma clínica de desintoxicação?

Somos especializados no encaminhamento e tratamento de usuários de drogas. Entre em contato com a Instituição Viver sem Drogas para conversarmos mais! Contatos:

Duvidas:
(11)2088-1909
(11)97522-6386 VIVO WHATSAPP
(11)95997-7546 TIM
(11)99199-2029 CLARO
(11)96230-9281 OI
(11)94262-3311 NEXTEL

Site Oficial: www.viversemdroga.com.br