O LSD é uma droga comumente utilizada em festas por adolescentes e jovens, que também pode ser chamada de doce ou ácido. A substância é considerada uma droga sintética, ou seja, fabricada em laboratório. Não possui sabor, cor ou odor e seu consumo é feito pelas vias orais. Como qualquer droga, os efeitos do LSD podem ser devastadores, provocando sensações psíquicas e físicas muito típicas.

É preciso pouca quantidade da droga para que os efeitos sejam notados: o consumo de 20 a 50 microgramas, em média, já é suficiente para causar alterações no funcionamento cerebral.

Por isso, no post de hoje, você vai conhecer quais são os efeitos dessa droga e como ela age no organismo, causando problemas muito sérios à saúde. Acompanhe!

A capacidade de percepção fica alterada

Um dos efeitos mais intensos do LSD no organismo é a alteração da audição e da visão. A visão pode ficar turva e o usuário pode relatar a visão de tudo em movimento, assim como a distorção dos sons. Ademais, pode ocorrer também alteração de percepção de tempo e espaço, fazendo com que o usuário possa ficar sob seu efeito durante 12 horas seguidas sem perceber.

O efeito chamado sinestesia também pode acontecer, produzindo a confusão dos sentidos. Alguém que está sob efeito do LSD pode relatar que ouviu uma cor, ou viu um som.

Podem ocorrer bad trips

As chamadas bad trips, “viagens ruins”, na tradução livre para o português, também podem ser recorrentes. Quem usa o LSD pode passar por quadros de ansiedade, pânico, síndrome de perseguição e outros delírios que podem causar sérias consequências.

Como o usuário não está em seu juízo perfeito, não consegue diferenciar a realidade da fantasia, podendo desesperar-se em certas situações e reagir de maneira perigosa.

Alguns aspectos físicos sofrem modificações

O uso da droga pode ser perceptível apenas observando a pessoa que a consumiu. As pupilas ficam dilatadas, aparecem suores e arrepios no corpo e os batimentos cardíacos podem aumentar ou diminuir, assim como a pressão sanguínea. Esses efeitos podem aparecer de 30 a 90 minutos após o consumo da droga.

Aparecimento de flashbacks

O uso habitual dessa substância pode causar um fenômeno chamado de flashback. Nesses episódios, a pessoa desenvolve todos os sintomas mentais da droga, como se a tivesse consumido, porém, sem usá-la.

Essas situações podem ocorrer em qualquer horário e lugar, sendo muito perigoso em ocasiões especiais, como durante a direção de veículos, podendo causar sérios acidentes.

Pode acontecer intoxicação

Por ser uma droga sintética, o LSD não é absorvido pelo organismo, acumulando-se e criando a probabilidade de causar intoxicação. Isso acontece pois as grandes doses já acumuladas no corpo exigem que o usuário consuma cada mais quantidades da droga, podendo gerar dependência química, psicoses e overdoses.

É importante destacar que os efeitos do LSD podem variar de acordo com as doses consumidas e o estado emocional do indivíduo, porém, o consumo dessa substância não é seguro e tampouco recomendado em nenhuma dose. O melhor tratamento para a droga é a prevenção e a conscientização de que o vício pode ser tratado, mas merece eterna vigilância.

Somos especializados no encaminhamento e tratamento de usuários de droga. Entre em contato para conversarmos mais! Ou veja todas nossas unidades Masculinas, Femininas e/ou para Adolescentes no nosso Site Oficial!

Duvidas:
(11)2088-1909
(11)97522-6386 VIVO WHATSAPP
(11)95997-7546 TIM
(11)99199-2029 CLARO
(11)96230-9281 OI
(11)94262-3311 NEXTEL

Site Oficial:  www.viversemdroga.com.br

Saiba mais sobre:

*Como funciona uma Clínica de Recuperação? Clicando Aqui

*Internação Involuntária. Clicando Aqui

As famílias ficam protelando e mal sabem elas que o usuário pode enlouquecer de uma hora pra outra, ai, já vai ser tarde de mais! Veja o caso dessa moça!